Coronavírus - Proteção e informação em casa! Mantenha-se atualizado. CLIQUE AQUI!

Notícias

Imagem

Redução das faltas escolares melhora índices de aprendizagem de Mandaguari

De Volta Para a Escola conscientiza estudantes, pais e a sociedade sobre a importância da educação

OUÇA ESSE CONTEÚDO:

 


A Secretaria Municipal de Educação de Mandaguari identificou que o alto índice de faltas escolares representava uma barreira à aprendizagem dos alunos. Por isso, o município criou o projeto De Volta Para a Escola, para acompanhar os estudantes que registram um número elevado de faltas e conscientizar os pais sobre a importância do ambiente escolar para as crianças.

Como o problema das faltas escolares não se restringe somente à educação, o De Volta para a Escola conta com uma extensa rede de órgãos e entidades governamentais de diversos segmentos. Além da Secretaria Municipal de Educação, compõem o projeto a Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria Municipal de Assistência Social, o Conselho Tutelar e o Ministério Público.

Prefeito Romualdo Batista recebeu a Menção Honrosa do PGP-PR 2018.As entidades oferecem acompanhamento multidisciplinar às famílias, orientações sobre direitos e deveres quanto à educação das crianças e, em casos mais graves, são aplicadas sanções aos responsáveis por casos de negligência em relação às faltas escolares. O valor mensal do projeto é de apenas R$ 6.300,00 mensais, uma vez que os demais gastos já estão previstos no orçamento anual da Secretaria de Educação.

Em 2017, dos 144 alunos com problemas de frequência escolar, 96 reduziram consideravelmente o número de faltas. Alguns alunos que foram acompanhados tiveram uma redução de quase 60% das faltas. Em grande escala, o programa também contribuiu para a melhora na avaliação de aprendizagem dos estudantes de Mandaguari. Depois da aplicação do projeto, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) passou de 6 (2013) para 7,2 (2017). 

Os bons resultados do projeto garantiram o Troféu Melhor do Ano do Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR) 2017 e uma Menção Honrosa pela continuidade da iniciativa em 2018. Saiba mais sobre esse projeto no Banco de Projetos da premiação realizada pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep).

Comente esta notícia

código captcha