Coronavírus - Proteção e informação em casa! Mantenha-se atualizado. CLIQUE AQUI!

Notícias

Imagem

Projeto Bebê Solidário entrega 18 enxovais para grávidas de Curitiba e RMC

Projeto, apoiado pelo Sindafep, já entregou mais de cem kits para pessoas carentes durante a pandemia

O Projeto Bebê Solidário, idealizado pela Auditora Fiscal aposentada Gilmara Albuquerque, realizou a entrega de mais 18 enxovais nesta quinta-feira, 17 de setembro, para grávidas e mães de recém-nascidos de Curitiba e Região Metropolitana (RMC). Mesmo com a chegada da pandemia, mais de cem enxovais foram entregues neste período. Além dos enxovais, itens que foram arrecadados durante o mês também foram entregues para as famílias, como roupas, calçados e mantas. A entrega foi acompanhada pelo vice-presidente de Aposentados e Pensionistas do Sindafep, Raul Wellner Filho.

A gestante Elaine Alves Heleodoro está grávida de oito meses da bebê Gabriele. Ela soube do projeto por meio da cunhada, que também já foi beneficiada pelo um enxoval entregue pelo Bebê Solidário. “Vai ajudar bastante, ainda mais nessa pandemia que nós estamos agora”, diz Elaine. Ela mora em Colombo, na RMC. Devido ao coronavírus, muitas grávidas não puderam realizar o tradicional chá de bebê, em que recebiam fraldas, roupas e produtos de higiene.

Outra futura mamãe que recebeu o kit foi a Ruth de Souza, que descobriu o projeto em um grupo do Facebook. “Eu descobri muito tardiamente a minha gravidez, já com quase seis meses. Eu não tenho nada pronto ainda, e estou vendo para tentar fazer um chá de bebê agora”, afirma Ruth, que mora no bairro Abranches, em Curitiba.

O Bebê Solidário é um projeto apoiado pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep) e surgiu em 2013, em uma sala na casa de Gilmara. “Eu enxergava ali naquele cômodo as máquinas ali dentro, só que nós não tínhamos dinheiro para comprá-las. Uma amiga então me falou que uma ONG usava algumas máquinas e elas estavam paradas. Nós pedimos elas emprestadas por seis meses. Em um ano nós devolvemos as máquinas deles e já tínhamos as nossas”, conta Gilmara.

Recentemente o projeto mudou para um novo endereço, devido a entrega da sede antiga da entidade. A confecção das peças para os enxovais é feita na sede do projeto, na Rua João Alencar Guimarães, no bairro Santa Quitéria, em Curitiba. A iniciativa também recebe doações de fraldas, roupas, materiais de costura ou qualquer item que possa ser usado pelas mamães e os bebês. Essas doações ajudam a fazer com que cada vez mais gestantes recebam as peças produzidas. Para saber mais sobre o projeto e inscrições clique aqui.

Categorias:

Veja as fotos dessa notícia

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Comente esta notícia

código captcha