Sindafep Seguros

Notícias

Imagem

Marechal Cândido Rondon desenvolve ferramenta de geolocalização para resolver problemas com GPS na cidade

Plataforma solucionou erros históricos em mapas e numerações da cidade

OUÇA ESSE CONTEÚDO:


 

 

A inovação tem sido a chave para resolver velhos problemas em municípios brasileiros. Em Marechal Cândido Rondon, no Oeste paranaense, a população enfrentava um problema recorrente: as pessoas tinham dificuldade para encontrar os endereços em seus trajetos habituais. Isso acontecia porque a implantação da numeração foi realizada de maneira equivocada. Houve a inversão de numeração par/ímpar na segmentação de trechos, que trouxe esse problema para a população. Para solucionar o problema, a própria Prefeitura desenvolveu uma ferramenta de geolocalização, chamada SIG GEO. 

O SIG GEO é uma plataforma de georreferenciamento que auxilia na tomada de decisão do gestor e corrige problemas de localização. Antes da ferramenta, a população tinha uma grande dificuldade em localizar os endereços corretos, pois a cidade possuía uma base cartográfica deficiente. Isso também prejudicava os serviços públicos do município, pois a prefeitura não tinha informações precisas sobre a situação de cada local. 

A plataforma, desenvolvida pela Secretaria de Coordenação e Planejamento, garante uma maior assertividade nas intervenções da prefeitura para a definição e realização de obras, possibilitando que engenheiros e arquitetos possam conhecer detalhadamente o local em que serão realizadas as intervenções. Outro ponto de destaque da iniciativa é o enriquecimento das informações relativas aos endereços da cidade. 

.O SIG Geo supre essa demanda quanto à geolocalização e à falta de informação dos navegadores de GPS com o levantamento de todas as vias da cidade. A principal finalidade da ação é contribuir para a modernização da Administração Municipal de maneira escalável, com ênfase na melhoria da qualidade da informação, por meio de sistemas de georreferenciamento e geoprocessamento.


Entre os benefícios do projeto estão maior rapidez na tomada de decisão, auxiliando as secretarias na prestação de serviços aos munícipes, na fiscalização de obras públicas e pagamentos por execução, na quantificação da produção rural e a correção dos dados geográficos da cidade, tanto junto aos órgãos federais quanto às plataformas de mapas.

Os bons resultados garantiram ao projeto o Troféu PGP-PR Tecnologia e Informação 2020, uma das premiações mais importantes desse segmento no país. Saiba mais sobre essa iniciativa no Banco de Projetos da premiação, realizada pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep). 

Comente esta notícia

código captcha