Sindafep Seguros

Notícias

Imagem

Qual é a diferença entre os tipos sanguíneos?

Assim como o nome completo, uma das primeiras coisas que decoramos é o nosso tipo sanguíneo. A diferença entre eles, como você vai visualizar abaixo, é a presença de proteínas específicas na superfície dos glóbulos vermelhos, os antígenos, que reconhecem os outros tipos de sangue e promovem uma reação rápida e potencialmente perigosa em contato com eles.

Como se refere à compatibilidade, o sistema ABO é a mais importante das classificações do sangue, mas não a única. “Temos cerca de 30 subtipos, que expressam açúcares ou proteínas diferentes, mas eles não são tão importantes na rotina”, conta o hematologista Philip Bachour, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo.

O mistério é por que essas variações existem. “Muitas teorias tentam explicar, mas o mais provável é que seja uma característica genética que evoluiu ao longo do tempo, como a cor dos cabelos ou dos olhos, sem que haja um melhor ou pior”, comenta Bachour.

Não importa seu tipo, é muito importante doar sangue sempre que possível. Essa atitude pode salvar vidas, e os estoques que abastecem hospitais diminuíram na pandemia. Para doar, procure os bancos de sangue da sua cidade.

Relações com a saúde
O que diz a ciência sobre o elo entre tipo sanguíneo e bem-estar

Dieta do tipo sanguíneo
Inventada nos anos 1990, prega que há cardápios ideais para cada tipo de sangue. Mas isso nunca foi provado em estudos.

Propensão a doenças
Existem teorias, mas a única embasada por boas evidências é a de que o tipo A pode ser mais suscetível à malária.

 

Fonte: Veja Saúde

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha