Coronavírus - Proteção e informação em casa! Mantenha-se atualizado. CLIQUE AQUI!

Notícias

Imagem

Nova Tebas preserva o meio ambiente e desenvolve economia

Unidades de Conservação: preservando todas as formas de vida garante a manutenção da fauna e flora, além de contribuir para o incremento na arrecadação com o ICMS Ecológico

OUÇA ESSE CONTEÚDO:




O Brasil é um dos países mais bonitos do mundo devido a sua grande biodiversidade. Entretanto, um problema coloca em risco o futuro de diversas espécies nativas: o desmatamento. Para acabar com a devastação desordenada, a Prefeitura de Nova Tebas, no Norte Central do Paraná, desenvolveu o projeto Unidades de Conservação: preservando todas as formas de vida, que criou três grandes áreas de preservação ambiental.

Prefeito de Nova Tebas, Clodoaldo dos Santos, e Secretária de Meio Ambiente, Jussara Ribas, recebem o Certificado de Reconhecimento pelas Unidades de ConservaçãoCom o Índice de Desenvolvimento Humano e o Produto Interno Bruto muito abaixo do restante do Estado, Nova Tebas precisava encontrar uma maneira de realizar um incremento em sua arrecadação para melhorar a vida dos quase 8 mil moradores do município. Com a criação das Estações Ecológicas Municipais Reinaldo Petrechen, Orlando Sanchez e João Dasko, a cidade passou a contar com o ICMS Ecológico, que transfere recursos para municípios que desenvolvem projetos ambientais.

A iniciativa também desenvolveu a pesquisa na região. Professores e alunos podem visitar, de forma controlada, os ambientes de floresta com apoio de instituições de pesquisa, realizando projetos ambientais para recuperação de matas ciliares, recuperação de nascentes, plantio de árvores e conscientização para proteção dessas áreas de floresta, que são uma riqueza particular do município. Para a realização do projeto, foram adquiridas três áreas para criação das Unidades de Conservação, com o investimento de cerca de R$ 2,5 milhões.

A criação das Unidades de Conservação obteve resultados positivos, garantindo o ICMS Ecológico, que é destinado para a educação e a saúde, além de promover o respeito dos moradores com a natureza. Os bons resultados garantiram à iniciativa o Certificado de Reconhecimento do Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR) 2017 e 2019, uma das premiações mais importantes desse segmento no país. Saiba mais sobre essa iniciativa no Banco de Projetos da premiação, realizada pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep).

Comente esta notícia

código captcha