Coronavírus - Proteção e informação em casa! Mantenha-se atualizado. CLIQUE AQUI!

Notícias

Imagem

15 influenciadores digitais maduros que você precisa conhecer

Tem uns que estão na estrada já há alguns anos, outros se aventuraram só agora. Falando sobre empreendedorismo sênior ou melhores cidades para viver na aposentadoria, entre outros assuntos, eles se transformaram em influenciadores digitais maduros. Com a sabedoria de quem sabe o que está falando, ganham a cada dia mais seguidores. Conheça, a seguir, 15 perfis que merecem o seu like e que foram reunidos no mês passado em uma chamada do Hype 60+ no auditório do Google for Startups de São Paulo.

Avós da Razão
Gilda, 77 anos, Sônia, 81, e Helena, 90, apresentam todas as quintas o programa Avós da Razão, no YouTube. Com perspicácia e humor, o trio de amigas, que se conhece há mais de 50 anos, responde a perguntas de internautas, que chegam pelo número (11) 99013-6733, sobre os mais diversos temas. Nos 50 vídeos da playlist, há desde como assumir a homossexualidade para a família até experiências sexuais e políticas. Com vidas interessantíssimas muito à frente do seu tempo, fogem do senso comum de uma vovó: “Não somos bibelôs”, resume Sônia.

BlogdaSu
Crédito: @blogdasu70Sueli Rodrigues, 70 anos, teve um câncer e emagreceu muito. Para motivá-la, a amiga Graziela Primiani criou um perfil no Instagram, o Blogdasu70, para postar seus looks. Mas foi quando sua história de superação virou tema de uma publicação que a dupla viu seus seguimores, como elas chamam os internautas, triplicarem – hoje são 26,5 mil. Dona de uma personalidade cativante, a funcionária pública de Itu (SP) foi parar na Globo, na Record, no SBT e até num desfile de moda. “O que eu quero passar para as pessoas? Você tem de se gostar, ter alegria de viver.”

Blog do 50tao
Crédito: @dillcasella  Fomentar e empoderar os 50+ para o empreendedorismo com propósito é o objetivo do engenheiro pós-graduado em marketing Dill Casella, 51 anos, no Blog do 50tão. “São pessoas com muita energia, disposição e vontade de fazer acontecer”, pontua. “Quando fiz 50 anos, uma pessoa disse: ‘Daqui pra frente é ladeira abaixo’. Ladeira abaixo! Só se for esquiando, de skate, de carrinho de rolemã”, brinca.

Chique aos 50
Crédito: @chiqueaos50Moda é o assunto de Helena Filippini, 58 anos. A ideia do Chique aos 50 veio de uma necessidade própria: encontrar looks para mulheres de meia-idade. Com um bom arquivo de imagens no computador, a família deu um empurrãozinho para ela migrar para o Instagram. Em dois anos, já são mais de 700 posts, que inspiram 111 mil seguidores. “A gente quer estar bonita, bem vestida, moderna e chique – e aos 50, por que não?” Para ajudá-las nessa missão, ela diz responder, uma a uma, as dúvidas de suas leitoras.

Homens de Prata
Recém-lançado no YouTube, o canal Homens de Prata, segundo o publicitário Cuca, 59, “é o que faltava para falar com caras que já chegaram ou passaram dos 50 anos: um canal que fala de homem para homem”. O formato traz um bate-papo de 20 minutos, com nomes 40+ como Marcos Ferreira, Eduardo Gouveia, Flavio Padovan e Reinaldo Ápice, sobre esta fase da vida. Mas nada de segregação: nos planos está o lançamento do Mulheres de Prata, marca já registrada.

50emais
Crédito: @bloglunarium“Os desafios de conviver com a roda do tempo, que desperta temores e ao mesmo tempo oferece novas descobertas”, são a matéria-prima do blog 50emais, comandado desde 2010 pela jornalista Maya Santana, 62 anos, que também está presente no Instagram e no Facebook, este último com 120 mil seguidores. Comportamento, cultura, saúde, moda e histórias de vida ganham “uma abordagem desprovida de preconceitos”. Há reportagens autorais e curadoria de conteúdos da mídia. 

Domingo Açucarado e It_avo
Crédito: @it_avo Aos 60 anos, Rosangela Marcondes percebeu que o tempo ocioso não era seu inimigo. Abriu-se para os novos tempos, colocou na bagagem o que tinha de melhor e um olhar para um mundo mais colorido e com propósito. O que ela quer? “Buscar o belo para inspirar, despertar, conectar e ampliar o afetivo.” Em resumo, “praticar avosidade, o bem-querer, no canal Domingo Açucarado, que tem mais de 150 mil seguidores, no It_Avo e mais recentemente em encontros presenciais, no “Vem tomar café comigo?”

Viagens por aí
Crédito: @viagensporai Um blog com dicas e experiências das Viagens por Aí do casal paulistano 50+ Quênia e Reginaldo, que ama visitar novos lugares e compartilhar suas descobertas. “Para nós, viajar é conhecer culturas, pessoas, lugares e, principalmente, nos descobrir livres e receptivos para este mundão lindo”, resume ela. A ideia surgiu como uma forma de retribuir a tantas dicas que eles encontraram quando planejaram suas viagens. 

Mais 50
No canal Mais 50 do YouTube, o ex-executivo Dimas Moura, 62 anos, traz há dois anos, todas as terças, dicas de “como saborear a vida com propósito” para os seus mais de 117 mil inscritos – 60% homens –, abordando assuntos que vão de longevidade financeira a saúde e bem-estar. Às sextas, os vídeos trazem sua experiência nas cidades mais bem-avaliadas para receber os 60+ na aposentadoria. “Quero sensibilizar essa geração sênior a viver com mais qualidade, intensidade e felicidade.”

Mireia Borges
Créditos: @mireiabrgComportamento, moda e beleza para mulheres maduras são alguns dos temas abordados pela pedagoga gaúcha Miréia Borges, 62 anos, no blog que leva seu nome. “Traz explicações, dúvidas, alegrias, tristezas e muita troca”, diz. Sua experiência como blogueira começou por acaso, quando foi selecionada pelo jornal “Zero Hora”, aos 50 anos, para ser uma influenciadora digital madura. “Tenho muito prazer em fazer parte dessa geração ativa e questionadora.”

Patida Mauad
Créditos: Patida Mauad“Quero quebrar os padrões e ser feliz”, diz a editorialista de moda Patida Mauad, 61 anos, que se diz uma “apaixonada pela vida”. Em seu blog e nas redes sociais, ela compartilha conteúdos de beleza, decoração, moda, viagens e estilo de vida, entre outros assuntos. “Adoro trocar e contar histórias: ajuda no crescimento de quem somos e na descoberta do mundo que realmente interessa”. 

Uma senhora viagem
Crédito: @umasenhoraviagem“É possível viajar sem gastar muito e de forma independente”, garante a carioca Lilian Azevedo, que desde 2009 está à frente do blog Uma Senhora Viagem, onde compartilha suas andanças com o marido, J.C. Alvarez. “Para perto e para longe, para montanha e para o mar, para cidade e para o interior, com filhos e sem filhos, de carro, de trem e de avião”, diz ela, sobre sua paixão por viajar. Ela organiza tudo e, no destino, anota as informações em caderninhos. “Faço isso desde sempre e tenho prazer em compartilhar.”

40, 50 e mais
“Eu ajudo elas e a mim”, afirma Patrícia Toledo, 57 anos, sobre sua página 40, 50 e mais, no Facebook e no Instagram, na qual ela e sua filha, Fernanda, de 40 anos, compartilham com 300 mil seguidores conteúdos motivacionais. “Quero todos os dias levar para as pessoas uma mensagem positiva”, diz. A dupla ambiciona tirar os estigmas dessa fase da vida e a invisibilidade de muitas pessoas. Para isso, criou um grupo há 5 meses, no qual mais de 120 mil pessoas conversam entre si.

Rogéria Maciel
Crédito: @romacielestiloAcessórios, acessórios e mais acessórios são os temas de Rogéria Maciel, 60 anos, no Instagram RoMacielEstilo. Com quase 5.000 publicações e mais de 12 mil seguidores, a consultora de imagem diz que a paixão por eles começou quando era pequena, vendo sua mãe, hoje com 80 anos, se produzindo para sair. “O acessório empodera, chega primeiro, é uma identidade”, afirma. Nos seus posts, destacam-se tours de compras em brechós e “batendo perna” em ruas populares. “Quando a embalagem está compatível com o que está dentro, isso transborda.”

Tô Passado?
Crédito: @topassado_ “Gay idoso tem um armário duplo”, diz, com propriedade, Luis Baron, 60 anos. Para trocar ideias sobre as singularidades de ser um homossexual maduro, o professor de informática criou em julho o canal Tô Passado?, onde compartilha “a dor e a delícia de ser o que é”. A ideia surgiu na Parada Gay, quando um casal mais jovem apontou para ele e para o namorado, de 62 anos, e falou: “Olha os velhinhos aí na parada!” O reconhecimento da velhice pelo olhar do outro o chocou, mas o impulsionou a pesquisar e difundir a causa. “Se eu Tô Passado? Tou nada, tou ótimo!”

 

Fonte: Instituto Longevidade

Categorias:

Comente esta notícia

código captcha